domingo, 9 de novembro de 2008

um breve ponto final

"Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
Dessa vez eu já vesti minha armadura
E mesmo que nada funcione
Eu estarei de pé, de queixo erguido
Depois você me vê vermelha e acha graça
Mas eu não ficaria bem na sua estante
...
Só por hoje não vou tomar a minha dose de você
...
E essa abstinência uma hora vai passar"
"Esse é só o começo do fim da nossa vida"

Um comentário:

ju lins disse...

tu pela força de nós mesmos!
:*