quarta-feira, 7 de maio de 2008

Intensidade

Assim Intensa...

Por tempos a fio briguei com a itensidade da minha vida até que resolvi me aceitar dessa forma Assimilei os personagens de Almodovár e assim entendi que posso ser feliz
Vivo de extremos: sim ou não, o talvez me incomoda quente ou frio, o morno me causa ânsia preto ou branco, o cinza é estranho amigo ou inimigo, colega é falsidade

Sou assim, não sei me reinventar aprendo dia após dia, passo a passo a lidar com a minha itensidade
Amor intenso (daqueles que permitem a felicidade plena)
Beijos intensos (daqueles que tiram folêgo)
Amizades intensas (daquelas que me fazem crescer)
Trabalho intenso (daqueles que quando dá resultado é gratificante)
Paz intensa (daquelas sentidas quando estou em contato com o Sagrado)
Felicidade intensa (com amigos, amores, cores e sabores)
Farra intensa (daquelas que que só acabam no dia seguinte - se acabarem -)
Vermelho intenso (da Itália Color que faz do meu cabelo mais bonito) =]
Sexo intenso (ai ai)

E assim será!
"Um brilho intenso, um desejo, eu quero um beijo Um beijo imenso, onde eu possa me afogar"

ps. só porque adoro essa minha definição e reforçar o post anterior

Um comentário:

Deyvid Galindo disse...

Gosto daquele verso do Apocalipse, não lembro qual, "Laodicéa, Laodicéa por que não és quante nem fria vou te vomitar da minha boca!"
Muito intensas as suas definições, rs. Bom, gostei muito dos textos do Blog, muito cheios de vida! Valeu. Deyvid